Skip to main content
Desafios dos restaurantes pós-quarentena

Desafios dos restaurantes pós-quarentena

Desafios dos restaurantes pós-quarentena. Não são poucos os desafios enfrentados por restaurantes no pós-quarentena, haja vista que esse segmento foi um dos mais atingidos pelas medidas de isolamento social.

Diante desse quadro, os estabelecimentos buscam novas alternativas para superar a queda nas vendas e sobreviver à crise. A seguir, falamos mais sobre os desafios da reabertura dos restaurantes nesse delicado momento. Confira!

Os desafios dos restaurantes no pós-quarentena: observando as diretrizes do Ministério da Saúde

“Nesse primeiro momento de retomada da economia, o primeiro desafio encontrado pelos restaurantes é a adaptação às medidas sanitárias estabelecidas pelo Ministério da Saúde.”

Essas medidas devem ser atendidas criteriosamente e devem permanecer até que a situação se normalize por completo.

Por isso, o ideal é que os gestores planejem bem a reabertura antes do início das atividades. Entre as diretrizes a serem implementadas, podemos listar como principais as seguintes:

  • Faixas de horário em que é permitida a atividade;
  • Quantidade máxima de clientes;
  • Espaçamento entre as mesas;
  • Disponibilização de materiais de higiene;
  • Limpeza frequente de balcões, cadeira e mesas;
  • Limpeza criteriosa de pratos, talheres e copos.

Todas as equipes devem ser instruídas para atender a essas medidas de maneira correta. Descuidos no que diz respeito a esses pontos podem gerar reclamações dos clientes ou problemas com os órgãos de fiscalização.

A necessidade do delivery

Outro desafio para muitos empreendedores foi implementar o delivery para reduzir os impactos da pandemia sobre as vendas.

De fato, muitos restaurantes começaram a oferecer serviços de entrega durante a quarentena pela primeira vez.

Contudo, de agora em diante, será necessário pensar o delivery como um canal de venda permanente, pelo menos até que a vida volte à normalidade.

Isso porque, de acordo com uma pesquisa realizada pela FGV, 64% das pessoas dizem não pretender ir a bares e restaurantes durante a pandemia.

Diante dessa nova necessidade, os empreendedores devem planejar bem as estratégias direcionadas ao público que prefere o serviço de entrega, de maneira a enfrentar a concorrência no âmbito virtual.

O planejamento financeiro também deve englobar custos com tarifas de market places e embalagens para os produtos.

O pós-pandemia é um bom momento para reavaliar o menu

A reabertura dos restaurantes impõe a necessidade de se rever os menus oferecidos aos clientes.

Essa é a hora de os estabelecimentos se concentrarem em pratos e bebidas realmente lucrativos. A seguir, mostramos como isso pode ser feito no pós-quarentena.

Cardápios variados

O ideal é ter cardápios variados, o que não significa quantidade de pratos. Antes é preciso pensar em um menu que inspire nos clientes a vontade de comer. Ou seja, os pratos devem ser interessantes e agregar valor ao nome do restaurante.

Aplicando a engenharia de cardápio

O ideal é fazer um estudo de engenharia de cardápio, de maneira a elevar o ticket médio mesmo com uma quantidade reduzida de pratos e bebidas. Dessa forma, pode-se reduzir os custos com treinamentos e compras de suprimentos.

Treinando os garçons

É fundamental que os garçons sejam treinados para atuarem como consultores, indicando aos clientes pratos e acompanhamentos. Dessa forma, pode-se melhorar a experiência dos clientes e aumentar o ticket médio.

O controle de custos como forma de superar a crise no pós-pandemia

De acordo com um estudo realizado pelo Sebrae e divulgado pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, 6,7% dos restaurantes brasileiros fecharam as portas durante a pandemia.

E há estimativas de que muitos ainda podem falir nos meses seguintes à reabertura da economia.

Embora a pandemia tenha contribuído para essa situação, o fato é que muitos estabelecimentos continuam de portas abertas, mesmo em meio à tormenta.

Um dos motivos da sobrevivência desses restaurantes é o controle de custos. Empreendedores que investem na otimização de processos, recursos e ferramentas de gestão estão aptos a superar esse momento e seguir adiante.

Por exemplo, com um bom software de gestão pode-se analisar dados referentes a todos os setores de um restaurante, tais como vendas, estoque e compras.

Com esses dados em mãos, os empreendedores podem verificar a ocorrência de desperdícios ou desequilíbrios entre a demanda e a oferta, evitando prejuízos.

Transformação digital: mais competitividade para restaurantes depois da pandemia

Assim como o delivery, a transformação digital para restaurantes também já deixou de ser uma tendência. Com a pandemia, ela se torna uma questão de primeiro plano para os estabelecimentos que querem se manter competitivos.

Entre as soluções e ferramentas digitais que podem mudar a realidade de um restaurante, podemos mencionar os softwares de controle financeiro (que mencionamos acima) e sistemas de controle de estoque.

É importante dizer, também, que a transformação digital exige que a tecnologia de programas e softwares seja colocada no centro do negócio, de maneira a fazer parte do cotidiano de todos os setores do restaurante.

Com as novas soluções digitais, é possível integrar todas as áreas de um negócio, o que facilita também seu gerenciamento.

Um bom exemplo de software para restaurantes é o CardápioMoura. No tópico a seguir, mostramos o que esse sistema pode propiciar para um estabelecimento. Veja!

ERP CardápioMoura: uma solução para superar os desafios do pós-pandemia

O CardápioMoura é um sistema de gestão completo, que pode tanto facilitar o gerenciamento do negócio, quanto melhorar a organização do atendimento na retomada das atividades.

A seguir, mostramos algumas das funcionalidades desse software que podem fazer a diferença na hora de reabrir um restaurante.

Pedido por tablets

Os clientes podem realizar os pedidos sem a necessidade do atendimento de um garçom, o que torna a experiência em tempos de coronavírus muito mais segura.

Mais agilidade

Os pedidos por tablet reduz o tempo de espera dos clientes, haja vista que são impressos automaticamente na cozinha.

Mais organização

O CardápioMoura permite que os organizadores de salões e garçons identifiquem as mesas reservadas, ocupadas e em fechamento. Dessa forma, facilita-se a organização dos espaços e o atendimento dos clientes.

Os desafios do pós-quarentena podem ser superados pelos restaurantes!

À essa altura, você já deve ter concluído que existem formas de driblar os desafios que se apresentam agora e os que estão por vir. Entre as principais maneiras de alavancar resultados nesse momento é adotar ferramentas digitais.

De fato, softwares como o ERP podem agilizar o atendimento e tornar o controle sobre os restaurantes no pós-quarentena mais efetivo.

E você, como pretende enfrentar os desafios que se apresentam nesse momento de crise? Comente!


Nós da JN Moura Sistemas de Gestão desenvolvemos um sistema ERP focado em ajudar restaurantes e barzinhos a alavancarem seus resultados.

O ERP CARDÁPIOMOURA dinamiza a gestão do seu negócio e atendimento ao cliente. Assim, você não apenas aumenta o movimento do seu estabelecimento, como também sua lucratividade. As vantagens que o CARDÁPIOMOURA proporciona aos seus usuários são muitas, indo desde mapa de mesas até pedido por tablets, e muito mais.

É um software completo, que simplifica toda a administração do seu restaurante.

Peça agora a sua demonstração GRATUITA do CARDÁPIOMOURA!

Acesse: https://conteudo.jnmoura.com.br/lp-demonstracao-cardapiomour

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *